Home ENTRETENIMENTO CULTURANDO ENTREVISTA JULIANA KOSSO
  Vídeo Anterior CULTURA: UM PAPO COM TÉRCIO MARINHO
  Próximo Vídeo SANCA É NÓIS NO CULTURANDO

CULTURANDO ENTREVISTA JULIANA KOSSO

1.12K
0

Sobre mulheres e o “dia delas” …

Desde que comecei a fazer programa (de radio), em 2003/2004, essa data me motiva a procurar mulheres livres, artistas, para entrevistar. Por conta de logística, e também por talento, a Juliana Kosso , sempre foi uma opção recorrente. Fizemos vários “programas” de radio, de TV no mês de março.

Sempre olhei aquela menina de espírito guerreiro com toda admiração do mundo.
A paixão pela música começou cedo. Em 1994/1995 entrou para a segunda formação do grupo infantil “A PATOTINHA”, por onde foi coletando prestígio e criando redes de relacionamento em TV’s e rádios do país.

Já em 1997, a Ju se tornou vocalista principal da banda COYOTE.

IMG_2856

Nesse período, lançou o cd DNA, de 2003 e apresentou o disco em programas de renome nacional como, “SuperPop”, “A Noite é Uma Criança”, “Swing com Syang”, entre outros. Na época a Sony Music apoiou o projeto.

Muito merecidamente, em 2005, foi premiada como melhor vocal e banda independente do interior do Estado de São Paulo, no prêmio Berço do Rock. Já em 2006, a banda foi indicada como banda Revelação no prêmio Dia do Rock. Juliana recebeu também, o prêmio Quality, por melhor projeto de banda independente e vocal; no Hebraica em São Paulo de 2007.

No mesmo ano, a banda Coyote lança o CD “Do Outro Lado”, e a vocalista vai se consolidando com a música e adquirindo uma identidade a mais com o rock and roll. Este CD guardo com muito carinho, lembro-me de entrevista- la quando lançou! Tem canções lindas e fortes.

Com tanta estrada e personalidade, Juliana Kosso foi parar (cantar) na banda mais independente do país, a Velhas Virgens. Com sua voz potente, ela domina o palco do Velhas, é impressionante a presença dela

IMG_2858

Falamos no programa, mercado, carreira…e machismo. Afinal de contas, as letras da banda no deboche (ou não) fala sobre esses dois universos que se cruzam o dos homens e das mulheres.

Não estou aqui para responder questões do feminismo, passo a vida desconstruindo em mim, mulher, todo machismo que carrego. Os que são frutos da minha criação, do ambiente de trabalho, amigos, irmãos, das ruas, das piadas na mesa de bar, o machismo do amor e o das mulheres.

É preciso desconstruir, é preciso questionar pois é necessário ser livre destas amarras nem tão invisíveis.

IMG_2848

Fico feliz em saber que o feminismo tem sido cada vez mais discutido, ampliado, aplicado!

Pessoalmente, eu acredito que a igualdade chegará, em todas as esferas, pois existe uma palavra que é base das relações humanas, onde todas as diferenças deveriam habitar: RESPEITO.

Para as mulheres que lutaram para conquistar o espaço que temos hoje, o meu muito obrigada. Para as mulheres que em pleno ano de 2016, seguem na luta diária para que uma vida mais justa e livre seja possível, todo o meu amor.

31e77839-83a9-4f9e-9bde-5838fc2b2ee7

Seguimos mulheres, unidas sempre!

Infos sobre a linda da Ju Kosso alem de face, insta, rola o MY SPACE e no site da banda VELHAS VIRGENS.

Se quiser saber mais sobre o feminismo, assista ao programa Expressões , aqui do Canal 8, com a Mari Janeiro.

EXPRESSÕES #03 - FEMINISMO

 

12108042_10201142823168413_979934235914366361_n

Tainan Franco, faz um monte de coisa com número 8, toma vinho e ainda apresenta o Culturando.

(1122)

Deixe uma resposta